WATERFLOW – Rede de sensores para desenvolvimento de um modelo de mapeamento de stress hídrico na vinha

EM CURSO

O projeto WATERFLOW tem como objetivo o desenvolvimento de um modelo de mapeamento remoto e contínuo do stress hídrico na vinha, baseado em Machine Learning, em tempo-real e à distância, por forma a auxiliar os produtores na tomada de decisão, contribuindo para a optimização da gestão da água e para o aumento da sustentabilidade, resiliência e competitividade das explorações.
Sendo a gestão adequada de recursos hídricos uma premissa cada vez mais presente no dia-a-dia (consequência das alterações climáticas), o projecto WATERFLOW surge da necessidade de ultrapassar os constrangimentos da utilização da câmara de Scholander, apesar de ser o método actualmente mais utilizado e fiável, tais como a dificuldade de manuseamento, o preço do equipamento e a janela temporal restrita, que impossibilitam a medição contínua do stress hídrico.
 
Neste sentido, pretende-se com o projecto desenvolver uma alternativa igualmente fiável, capaz de monitorizar o stress hídrico de forma remota, contínua e em tempo-real. Para tal, será instalada uma rede de sensores, em duas parcelas da Região Demarcada do Douro (RDD), composta por vários módulos low-cost e energeticamente autónomos, passíveis de caracterizar o continuum solo-planta-atmosfera. Os dados serão enviados sem fios, utilizando o protocolo LoRaWAN e permitindo a criação de um modelo de mapeamento de stress hídrico na vinha, através de um algoritmo baseado em Machine Learning. Este modelo apoiará o desenvolvimento de uma aplicação de apoio ao produtor (Sistema de Suporte à Decisão, SSD).
 
 


Financiado pelo Programa Promove o Futuro do Interior 2023 da Fundação LaCaixa.