Newsletter

Área de Associados

Monitorização do estado hídrico da videira



A videira tem mostrado que a gestão de um défice hídrico moderado, em determinados períodos do ciclo vegetativo, é essencial para obtenção de produções de qualidade.
 
Com o intuito de gerir o stress hídrico da videira, os viticultores necessitam de indicadores fisiológicos que lhes permitam avaliar o seu estado hídrico, o qual depende de vários factores e é frequentemente calculado através do potencial hídrico foliar (Ψf). Quanto menos água livre existir na planta, em resultado de uma menor disponibilidade hídrica, maior será a pressão necessária para provocar a sua saída pelo pecíolo, ou seja, mais negativo será o Ψf.
 
A medição do potencial foliar hídrico de base através do recurso à câmara de pressão (Câmara de Scholander) é por muitos considerado o método de referência para a monitorizarão do estado hídrico de uma vinha.
 
Assim a ADVID disponibiliza-lhe um serviço que inclui formação sobre a metodologia para a mediação do potencial hídrico de base através da Câmara de Scholanader e aluguer deste equipamento, bem como interpretação dos resultados obtidos.

Voltar à página anterior 
 
Nº de visitas:
free hit counter